Posts

Vendas de veículos novos registra queda de 0,3% para o consumidor em 2017

A Fenabrave – Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores, divulgou no início de janeiro de 2018 que as vendas de veículos novos no Brasil tiveram um crescimento de 9,3% em 2017. O crescimento anual foi comparado com o ano de 2016.

Contudo, a Fenabrave também divulgou que as vendas de veículos novos para o consumidor apresentaram uma leve queda no crescimento, registrada em 0,3% no fechamento de 2017 em comparação com o ano de 2016.

Os dados da Fenabrave revelaram que dentre os 2,1 milhões de veículos novos vendidos em 2017, sendo eles automóveis e comerciais leves (furgões e picapes), um total de 1,303 milhão foram comercializados pelas próprias concessionárias. Essa parcela representa 60% do total de vendas do ano passado.

No ano anterior, em 2016, essa mesma parcela foi representada por 65,83% das vendas anuais do mesmo tipo de veículo comercializado pelas concessionárias, sendo que essa porcentagem foi equivalente a um total de 1,307 milhão.

No caso das vendas diretas, aquelas que ocorrem para as locadoras de veículos, frotas de carros, produtores rurais, taxistas e PCD – pessoas com deficiência, o registro foi de crescimento de 28% em 2017, comparado ao ano anterior. Essa modalidade de venda de veículos novos costuma oferecer certos descontos para os clientes, o que auxilia nas vendas anuais. Somente no ano passado, os emplacamentos causados pelas vendas diretas foram de 868 mil. Essa fatia de emplacamento durante o ano todo aumentou de 34%, registrado em 2016, para 40% em 2017.

A federação explicou que o volume registrado para as vendas diretas segue a média registrada nos últimos 10 anos, que é de 810 mil veículos por ano. Já nos últimos 5 anos de registro essa média é um pouco maior, chega a ser de 830 mil. Contudo, há uma retração registrada nos últimos 3 anos que fez com que as vendas reduzissem para uma média de 750 mil unidades, um registro bastante expressivo da crise econômica vivida nos últimos anos.

A Fenabrave destacou ainda que as vendas diretas também contam com o apoio das concessionárias, que são responsáveis por movimentar grande parte desse total de vendas anuais. Dentro das lojas, a Fenabrave divulgou que o crescimento das vendas diretas foi de 24% em 2017, onde o registro saltou de 209 mil unidades em 2016 para 261 mil unidades vendidas em 2017.