Posts

Sobe para 76 anos a média da expectativa de vida dos brasileiros

Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE apontou que a expectativa de vida no Brasil, em 2017, aumentou para 76 anos segundo a média obtida dos novos números registrados para homens (que passou de 72,2 para 72,5 anos) e mulheres (que aumentou de 79,4 para 79,6 anos). No geral, as notícias revelaram que em relação à média do ano anterior houve um acréscimo de três meses e 11 dias.

Quando separados os dados por Estados, a maior expectativa de vida registrada foi em Santa Catarina, onde atingiu a média de 79,4 anos. Já a menor idade alcançada foi em Maranhão, onde uma pessoa conseguiria viver a média de 70,9 anos.

De acordo com as informações processadas pelo estudo, no Espírito Santo, em média,

um idoso que completou seus 65 anos em 2017 teria 20,3 anos a mais de expectativa de vida. Separando esta população idosa por sexo, as mulheres de 65 anos teriam 22 anos a mais, enquanto os homens 18,3 anos.

Ainda conforme as notícias da pesquisa, um habitante de Rondônia com os mesmos 65 anos completos em 2017 teria 16 anos a mais em sua expectativa de vida. Já considerando a mesma idade somente para as mulheres de Rondônia, seriam, em média, 17,2 anos a mais.

A menor expectativa ficou para os homens idosos de Piauí que apresentaram apenas 14,6 anos sobre os 65.

O IBGE também informou que o número de idosos registrados em 2017 subiu em 18% em relação ao ultimo levantamento realizado em 2012, passando de 25,4 milhões para 30,2 milhões.

Com relação à mortalidade infantil, foi apontada uma média de 12,8 mortes a cada mil nascimentos ocorridos no ano passado. A taxa referente a óbitos de crianças abaixo de cinco anos caiu para 14,9 em cada mil, contra os 15,5 em cada mil registrados em 2016.

Uma vez que a projeção feita pelo órgão realizador da pesquisa é usada no cálculo do fator previdenciário, este aumento na expectativa de vida da população brasileira será usado como um dos fatores no cálculo das aposentadorias do INSS pelo Regime Geral de Previdência Social.