Espírito empreendedor de José Auriemo Neto herdado do patriarca da família

Presidente-executivo do conselho da JHSF, o empresário José Auriemo Neto sempre esteve ligado à rotina do mercado imobiliário. Quando criança, presenciava conversas e discussões sobre o tema enquanto a família se reunia para jantar. Zeco, como era chamado, esperava ansiosamente as férias escolares – não para passar o dia todo brincando, como os meninos de sua idade – e sim pela oportunidade de poder trabalhar com o pai, Fábio Auriemo, na empresa da família. À época, ainda bastante tímido, fazia todo tipo de serviço na companhia; também acompanhava o pai em encontros de negócios. Mais tarde, já adaptado à rotina de trabalho, foi alçado a novos desafios.

Com apenas 17 anos passou a administrar o setor de estacionamos da empresa. Foi neste período que iniciou o curso de engenharia na Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) – posteriormente seria transferido para a Faculdade de Engenharia de São Paulo. Algum tempo depois foi convidado para atuar nas áreas de obras, construções e orçamentos. De acordo com o próprio José Auriemo Neto, o fato de ser filho do chefe – ou talvez, até mesmo por conta disso – não era garantia de moleza. No quarto ano de faculdade Zeco Auriemo desistiu dos estudos e – a contragosto dos pais – nunca retornou para conclui-los. Segundo revelou o empresário “Nunca gostei de estudar. Queria trabalhar. As pessoas dizem que sou precoce, mas não concordo”, conta.

Em diversas situações excedeu o horário de expediente para mostrar, a pedido de colegas, imóveis a algum cliente em potencial. Dessa forma, a jornada de trabalho normalmente excedia as 14 horas diárias – por vezes saiu do serviço após as 22h. Ao ser questionado sobre tanta dedicação, José Auriemo Neto gosta de proferir uma frase que, posteriormente, acabou se transformando em lema na JHSF: “Esse negócio é 10% inspiração e 90% transpiração”, revelou Zeco. Detalhista, o empresário sempre estava envolto em projetos e prezava boas relações com os investidores. Também almejava o máximo padrão de qualidade constantemente.

José Auriemo Neto herdou o espírito empreendedor da família. Seu avô, o patriarca, iniciou uma fábrica de peças automotivas. O tio Caio, fundou, em 1961, aquela que viria a ser uma das mais conceituadas redes de laboratório de diagnóstico do estado de São Paulo, a Delboni Auriemo. A JHSF surgiu em 1972, ainda com o nome de JHS. Criada pelo pai do empresário (Fábio) e seu tio (José Roberto), a companhia atuava no setor de construção. Durante os anos que se seguiram, a empresa foi responsável pela construção de agências bancárias e lojas da gigante do ramo de fast-food McDonald’s em todo país.

Após uma briga entre os irmãos-sócios, no início dos anos 90, houve uma cisão na empresa e então foi acrescentado a seu nome o ‘F’ (referente a Fábio), originando, assim, a JHSF. Antes da virada dos anos 2000 a companhia já havia mudado o foco, passando a atuar no setor de incorporação imobiliária – maior geradora de receitas até hoje. Em 2002, com apenas 27 anos de idade, José Auriemo Neto alcançou a presidência da JHSF.