Posts

Concorrência no ramo de filmes e séries por streaming está se preparando

A Netflix é a principal plataforma de streaming atualmente, com mais de 140 milhões de usuários no mundo, o serviço está atraindo os interesses de concorrentes no ramo. Com um catálogo que abrange diversos gêneros, a plataforma de streaming não tem medo de inovar em suas produções e muito menos de se comunicar com o seu público de maneira irreverente.

Percebendo o tamanho do mercado que existe,  concorrentes estão nascendo  . A Apple, por exemplo, é uma empresa que está entrando nesse mercado, as expectativas indicam que a empresa anuncie o seu planejamento na área com um orçamento de 1 bilhão de dólares, e com um elenco composto pelo diretor J.J. Abrams e Jennifer Aniston.

Enquanto isso, a Disney não ficou por fora, o novo serviço chamado de Disney+ já foi anunciado pela empresa. Nessa empreitada a AT&T também não quer fica para trás com a WarnerMedia.

Não é só a Netflix que terá concorrentes, as plataformas da Amazon e Hulu, não estão livres do peso do investimento das rivais. O cofundador da consultoria TVREV, Alan Wolk, afirma que a indústria irá mudar, o que deve fazer que oito ou sete plataformas coexistam gerando uma disputa para criar programas de sucesso.

O crescimento da preferência do público pela TV sob demanda transmitida pelas plataformas digitais foi transformado pelo notável crescimento da Netflix. Estimativas indicam que desde 2012 aproximadamente 6 milhões de consumidores abandonaram as assinaturas de TV a cabo, em contrapartida os serviços sob demanda aumentaram.

Como a Disney e a Warner terão as suas próprias plataformas, a Netflix terá más notícias porque irá perder esse conteúdo, o que indica o início do impacto da chegada dos concorrentes. A Warner entrará no mercado de serviço de streaming disponibilizando o conteúdo de seu canal premium HBO, responsável pela transmissão de “Game of Thrones”, além disso, incluirá um amplo acervo de filmes e programas da Time Warner.

A Disney, não deixará de concentrar os seus esforços para disponibilizar os seus filmes e os seus programas de televisão, pois pretende adicionar o conteúdo televisivo da ABC e as franquias de “Star Wars”, e dos super-heróis da Marvel que no momento estão na Netflix.